terça-feira, 26 de maio de 2015

Abertura da pesca aos Achigãs

Como manda a lei da pesca de água doce  de 14 de Março e até dia 15 de Maio é proibido a pesca aos achigãs , carpas , barbos e outros  ,è nesta altura que os peixes  se reproduzem assegurando (ou não ) a continuidade da espécie . È tambèm  a partir do dia 16 de Maio que espero ansiosamente para ir matar o vicio de ir aos achigãs , pesca que pratico á alguns anos sem morte ... pescar , fotografar e libertar.


 Como não podia de deixar de ser é no Alentejo que começo sempre a época quer  pela quantidade de charcas , quer pela oportunidade que me é dada de pescar em algumas privadas e algumas com momentos e e paisagens unicas .


O vento que se fez sentir com alguma intensidade desmotivou me um pouco ,pois nesta pesca como temos de estar sempre a lançar e recuperar as amostras , por vezes o vento altera a trajectória do lance , prejudicando os ataques dos achigãs . Mas começou bem aos terceiro lançe já tinha o primeiro peixe

.
 e  passado pouco tempo apanhei um daqueles que proporciona uma luta e uns valentes saltos, lindo de se ver ....................................para que gosta deste tipo de pesca


 com o passar da manhã foram saindo uns belos peixes , todos devolvidos ao seu meio com a esperança de voltar em breve ........



 .................

sexta-feira, 15 de maio de 2015

Inicio de Nova Temporada de Pesca 2 ª Parte

Manutenção de canas e carretos 

Os Carretos




Os carretos seja qual for o género, temos em mãos um sistema mecânico com grande evolução principalmente nos últimos anos, que tem evoluído para satisfazer o estilo de pesca de cada pescador. Possui alavancas, rodas dentadas, veios e um número cada vez maior de rolamentos. Tudo isto como qualquer conjunto de peças em movimento tem desgaste, que apenas se consegue minimizar através da manutenção e limpeza. No caso dos carretos utilizados no mar a situação é mais delicada, a areia e o sal são os maiores inimigos.


Com a areia devemos ter o maior cuidado, pois pode danificar as engrenagens e a pintura, inutilizando – o e até cessar a jornada de pesca, o sal esse não o conseguimos evitar porque é transportado pela água em cada volta de linha que recuperamos. Nos carretos usados em água salgada apenas as bobines são lavadas por imersão em água doce, previamente retiradas, para dissolver o sal entranhado na linha.


Há muitos pescadores que lavam os carretos todos em água corrente, essa ideia nos dia de hoje não é um procedimento recomendado pelos fabricantes, inúmeros rolamentos, molas e outros mecanismos mais delicados em contacto com a água deterioram se. Assim os carretos devem ser limpos apenas com um pano molhado em todo o seu exterior e se for preciso com ajuda de um pincel remove se as areias e outros. Depois de limpo e para finalizar há que lubrificar as partes móveis acessíveis: o rodízio guia do fio, as articulações da asa do cesto, o veio da manivela e o veio central (onde encaixa a bobine).A bobine depois de lavada e seca pode ser vaporizada com spray de silicone o que aumenta a fluidez da linha para a próxima jornada e protege a bobine.                      



quarta-feira, 6 de maio de 2015

Nova Temporada de Pesca -1º Parte

Manutenção de canas e carretos 

Com o bom tempo aproximar-se há que preparar o material para as boas jornadas de pesca que aí vêm, o material tem que estar á altura.

Antes de iniciar a nova temporada há que rever a caixa de acessório para repor as faltas e reparar o material que esteve parado o Inverno rigoroso que manteve afastado peixes e pescadores da costa. Cuidar dos nossos equipamentos não é uma perda de tempo, mas sim um investimento, limpar as canas, manutenção de carretos e outros faz parte de um conjunto de regras para o sucesso de boas pescarias com bons resultados.


AS CANAS

È um dos componentes mais importantes da pesca a par do carreto com que faz conjunto. Uma cana tem de ter capacidade de arremessar a montagem ou o artificial á distancia que pretendemos e também permitir o deslizar das linhas nos dois sentidos, sem lhes causar danos. Tem de servir de amortecedor ás investidas dos peixes, não permitindo que a linha ceda, deve também oferecer uma boa fixação do carreto para que não desloque quando está em esforço. Para cumprir esta missão temos de verificar vários componentes: A primeira é a lavagem da cana, com água morna e um detergente não abrasivo, remover toda a sujidade. Os passadores com ajuda de uma escova de dentes velha, permite remover os restos de salitre, areias e outros lixos. Depois de seca deve ser inspeccionada para detectar qualquer fissura, os passadores também devem ser inspeccionados para verificar se não apresentem fissuras que poderão danificar a linha e se estão alinhados e direitos.


Por vezes deslocam-se então com um pouco de super cola 3 resolve-se, se tiverem o interior ou o corpo partido deve proceder-se á sua substituição. Há quem limpe os passadores com WD40 e outros do género, não o devem fazer, estes produtos são utilizado para remover sujidades tipo ferrugem, ou seja ao utiliza-lo com o tempo o interior dos passadores vão ser descolados e inutilizando-os e até a própria pintura da cana. Um bom truque é limpar os passadores com cera de abelha esta gordura não deixa que a água salgada adira ao metal, protegendo-os durante 2 ou 3 jornadas de pesca.


O porta carretos também é um ponto importante quer seja de plástico e roscado ou metálico, deve ser bem limpo com ajuda da escova de dentes, remove-se as areias e outros detritos que poderão danificá-los (corrosão), existem nos hipermercados á venda uns sprays de silicone muito úteis para esta tarefa. Os punhos também devem ser limpos, dará um aspecto final ao nosso trabalho de manutenção, os de Evia e carbono podem ser limpos com um pano molhado, os de cortiça, com um pano branco embebido num pouco de diluente celuloso e uma passagem rápida por toda a cortiça.



Esta operação faz com que desapareça aquele efeito de mascarrado resultante da sujidade e transpiração das mãos, nunca ponha os punhos em solventes de molho sob a pena de dissolver a cola que os agarra á cana....

… Fim da 1ºParte