terça-feira, 29 de janeiro de 2013

VAMOS Á PESCA!!

Boas pessoal :)
Saí hoje de casa, 5ª feira de manhã mais o meu pai para irmos fazer um lançamento.
Céu azul, sem previsão de chuva, atormentado só por ter que ir trabalhar à tarde eheheheh.
Carregados de sardinha e com uma grande fézada de robalos lá fomos para a pescaria.
Chegados ao pesqueiro, o marzinho estava um pouco grande e com uns enchios do caraças.
Ora tanto havia água, ora tanto havia pedra eheheh




Lá montámos as caninhas, toca a tirar os lombinhos e toca a fazer o engodo.
 Começamos a pescar com enchios, sem enchios e mais enchios e deixa ir fio e enrola fio e coloca mais umas quantas iscadas porque essas já eram.
Passado uns quantos lançamentos e quando o mar começa a recuar, deixei a bóia ir fazendo o seu trabalho, quando de repente afundou e eu ZASSSSSSSSSSSSSS ferra que é peixe.
Aguentei o peixe enquanto o mar continuava a recuar e reparei que era um grande torpedo, como estava longe, cerca de 30 mts e a fazer pressão, o maldito peixe começa aos saltos dentro de água, foi a loucura total, pois apercebi-me que tinha ferrado um autêntico torpedo (Tainha).
Foi engraçado porque nunca tinha visto uma tainha deste tamanho a saltar tanto, não era um robalo, mas o tamanho do peixe, pôs-me um sorriso na cara de orelha a orelha, pois há muito tempo que não ferrava uma tainha deste tamanho.


Lá se puxou o peixinho, lá se meteu o xalavar e lá temos a foto para a primeira pescaria com a t-shirt do meu team :)
Disse logo ao meu pai que esta merecia uma foto e aqui está ela, pois foi bastante divertido.

Se repararem, podem comprovar pelas fotos os tais enchidos que referi atrás, numa vê-se a pedra, na outra não se vê a pedra.
Lá continuámos a pescaria, mas de robalos nada. Apanhei mais uma tainha e fiquei com sabor amargo na boca pelos meninos não aparecerem.
Mas não faz mal, eles não fogem e assim engordam mais um pouco :)
O belo do torpedo tinha 1,700kgs e neste momento, está no forno para ser servido ao jantar :)
O Fateixas Sénior (o meu pai) como se esqueceu da T-shirt dele, levou uma rebocada e não teve direito a foto.
E assim terminou mais uma manhã de pesca bem divertida e que o pior deste dia, foi mesmo ter que ir trabalhar a seguir eheheheh
Um abraço e viva o FATEIXAS TEAM

quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

ANTES DO TEMPORAL

Em vias de se levantar um grande temporal no fim de semana, resolvemos arriscar e tentar fazer um pião e capturar alguns peixes.
O mar deixava pescar, mas já se fazia sentir na pele o já elevado vento, que se preparava para ser bam pior conforme foi sentido mais tarde.
Andámos a ver alguns pesqueiros na tentativa de pelo menos conseguir pescar.
Lá arranjámos um local aonde o mar deixava pescar e apesar de a maré estar na vazante ainda tinha água e vai de montar o material.
Fizemos o engodo a preceito, e iscos para dentro de agua.
Saquei um sargo palmeiro, e quase de seguida um bela tábua.
Entre luta e a levar fio, tal a força do animal, com o mar a mandar o peixe para trás das pedras, via um final complicado, mas lá consegui aproveitar a força do mar para o pôr em cima da pedra.
Depois veio a burrice, já com o peixe em cima da lage, teimei em pôr o peixe na pedra aonde me encontrava, cana bem vergada, e ao pôr a cana a prume..pássssssssssssss, ponteira partida..BURROOOOOOOOOO... só para não descer a pedra aonde me encontrava...enfim.
o sargo acusou 1,118kg..já muito bom.
Com o vento a ficar mais forte, e a maré já com pouca agua, só foi dando umas salemas..nisto a chuva também lá começou a aparecer e demos por terminada a pesca.
Fomos beber um café para aquecer o cabedal, e contar uns episódios mais antigos.
Aproveitei para pôr uma ponteira nova...( toma lá 20€..).
De resto pouco mais há a contar..agora é esperar que o tempo melhore para lá ir buscar mais alguns.
Abraço a todos e boas pescarias.

segunda-feira, 7 de janeiro de 2013

Os Primeiros ......


Com o fim da época festiva  o Natal ,passagem de ano e outras , a pesca ficou para segundo plano , mas como o vicio é grande tivemos que ir fazer uma rapidinha.
Comprei uma caixa de camarinhas e uns restos de isco congelado e combinamos ir. Combinamos sair á hora de jantar para vir cedo , levamos as canas de bóia e diz o J. Terrinca – pelo sim pelo não vou levar a cana de LRF .
Fomos para um spot  perto onde se apanham uns bons sargos( às vezes) e fomos tentar a sorte . O mar estava bom mas de vez enquanto vinha um vento que não deixava lançar. Com o passar do tempo os toques eram muitos mas suaves parecia que estavam a comer de faca e garfo. O J.Terrinca apanhou o primeiro do ano uma sargueta .


Depois de seguida eu outra , mas não passava disso . O mais engraçado foi que o J.Terrinca  mudou de isco e pôs uma lula pequena no anzol. Lançou e zás bóia ao fundo ….. ao puxar…… preso! - è um polvo diz ele a rir –se !
Tanta força fez que lá veio o anzol, qual não é o espanto que repara que trazia um grande mexilhão que lhe engoliu a lula . Esta vinha metade dentro e metade de fora grande cena.
Com o passar das horas  arrumamos as canas de bóia e mudamos de spot para nos iniciarmos no LRF (Light Rock Fishing).
Chegados a novo spot montamos as canas tiramos umas ideias e zás vinis para dentro de água …………..tudo muito finesse para o que estamos  habituados no mar , pois normalmente material bem mais pesado . E de repente no meio de uma conversa de desanimo zzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz……… eis que o J.Terrinca ferra algo que lhe dá alguma luta pois com uma cana de1.95Mts e fio fino, muito trabalho.





Mas o resultado algo surpreendente um belo robalo com cerca de 1kilo.
Eu devido a uma cabeleira fiquei assistir enquanto ele ferra outro maior mas partiu tudo e foi-se .
Bem como já era tarde e dali até ir bulir faltavam 4 horas fomos embora com a promessa de voltar em breeeevvvve.